CAFÉ COM ERP: "Numa Bela Manhã de Sol..."




Eu adoro o trabalho dos humoristas Os Melhores do Mundo, eles são fantásticos!!! E não importa quantas vezes eu veja o vídeo deles do personagem Joseph Climber, que eu ainda me pego rindo bastante.

Este vídeo fala, através de comédia, sobre um jovem lutador de vale tudo, que passa por diversas adversidades limitantes e precisa se adaptar para encontrar um caminho de sucesso na sua vida. No primeiro momento,durante um momento de intimidade com a namorada dele, ele tem uma congestão e fica com um lado esquerdo do corpo paralisado, com isso ele muda de carreira e se torna telefonista, depois ele presencia um acidente de avião e perde a fala… perdendo o emprego de telefonista.

E assim por diante, os problemas vão acontecendo e ele sempre está buscando um grau de sucesso no seu trabalho. No final ele se torna um “feliz e bem sucedido” peso de papel… e um detalhe, os problemas principais sempre aconteciam “numa bela manhã de sol…”.

Em alguns momentos, isso parece com um projeto de ERP.

Em muitos casos os gestores das empresas colocam desafios bem pesados para a sua equipe… quem nunca viu gestores dizendo que a sua equipe é demais - pelo menos nesse momento - e que eles vão implantar o ERP em 2 meses… esquecem de pensar que a empresa não para durante a execução do projeto de ERP, e, em pouquíssimos casos, vemos equipes dedicadas à implantação do ERP nas pequenas e médias empresas.

Depois aparecem inúmeros imprevistos de alto impacto (mesmo nas “belas manhãs de sol”) que fazem tudo mudar, tais como o falecimento do Diretor da empresa, mudanças drásticas de mercado, novos competidores arrasando os seus negócios, a empresa sendo fechada por uma fiscalização sanitária, entre outras dezenas de possibilidades que fazem tudo mudar.

Somado a isso, temos as variáveis internas que também podem fazer com que as coisas precisem de ajustes, tais como: saída de pessoas-chave, greves, atritos pessoais intensos, acidentes pesados de trabalho, negócios indo mal por questões operacionais, entre outros.

Tudo isso, e muito mais, ocorrem ao mesmo tempo e tem grande impacto nos projetos de ERP. O que faz com que todos os gestores e pessoas-chave envolvidas no projeto tenham a necessidade de desenvolver ao máximo as suas resiliências e as suas capacidades de adaptação aos fatos… como o personagem Joseph Climber fez.

“Qualquer um poderia ficar chateado, desmotivado, sem vontade de cantar belas canções, mas ele é…” VOCÊ. A pessoa que está envolvida num projeto de ERP e que vai ter buscar motivações mesmo quando tudo estiver dando errado.

Análise 01: como você avalia a resiliência e a capacidade de adaptação das pessoas envolvidas no projeto de ERP? Você tem material humano em casa para tocar o projeto de ERP? Já pediu ajuda a sua área de Recursos Humanos? Já pensou em contratar profissionais especializados somente para o projeto e com isso diminuir os seus riscos?

Análise 02: você já conscientizou os seus clientes sobre os riscos potenciais no projeto de ERP? Eles sabem que vão ter que ter resiliência e uma grande habilidade de adaptação às mudanças que ocorrerem? Você está feliz com os serviços de implantação e de suporte que oferta? Estão alinhados ao mercado que vocês atendem?

Mãos e mentes à obra!!!


Mauro Oliveira


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Falando Sobre... Fluxo de Caixa e os ERP

Falando Sobre... Contas a Receber e os ERP

Falando Sobre... ROI dos ERP