ERP EM GOTAS: RFP dá trabalho, mas faz bem

Durante o processo de seleção de ERP devo ou não fazer um RFP (Request for Proposal ... Lista de Funcionalidades Requeridas)? Fazer essa lista dá trabalho e muitas empresas de pequeno porte tentam se isentar dessa atividade durante o processo, mas posso garantir que vale à pena fazer. Primeiro, o fornecedor, de alguma forma, mesmo não usando de boa fé, tem que se comprometer com o que ele está afirmando em disponibilizar e a RFP é a ferramenta para isso; segundo essa atividade é um bom exercício para definir posteriormente um escopo de projeto com mais clareza e terceiro, nessa lista você poderá ver melhor quais são os pontos críticos a serem analisados durante a apresentação/simulação do sistema... dá trabalho mas trás bons benefícios.

Palavras-chave: Seleção de ERP, RFP

Pontos de Aprendizado:

Fornecedor de ERP
a) Dever de Casa: preparar RFP hipotéticas para os segmentos de negócio que você aborda comercialmente, entregá-las aos seus prospects e use-as em análises internas.

Cliente de ERP (em Seleção)
a) Garantir que a sua RFP esteja adequada as suas necessidades.
b) Quais são os pontos críticos da sua RFP? Como você vai validar as informações fornecidas pelas softhouses?

Cliente de ERP (em Implantação/Reimplantação)
a) A entrega do sistema e dos serviços associados pela softhouse/integradora está alinhada com a RFP entregue pela mesma durante o processo de seleção?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Falando Sobre... Fluxo de Caixa e os ERP

Falando Sobre... Contas a Receber e os ERP

Falando Sobre... ROI dos ERP